[JORNAL DE JUNDIAÍ] Ligabó comenta uso de cigarro eletrônico

Desde que chegou ao Brasil, o cigarro eletrônico vem se popularizando cada vez mais. Mas, de acordo com especialistas, essa não é uma boa notícia. Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), três pessoas foram diagnosticadas no país com danos nos pulmões associadas ao uso de cigarros eletrônicos, o que ligou o alerta para os riscos do uso do equipamento, que tem a venda vetada no país.

De acordo com o cardiologista Wagner Ligabó, o cigarro eletrônico realmente tem menos alcaloide do que o cigarro convencional, o que é bom, mas o que gera o maior problema é a nicotina, substância que causa o vicio e está presente no dispositivo eletrônico.

Cigarro eletrônico também traz risco à saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *