RETROSPECTIVA: COSAP se engajou na Saúde de Jundiaí em 2019

Diversas ações foram promovidas pela COSAP (Comissão de Saúde, Assistência Social e Previdência) ao longo de 2019. Desde fevereiro, quando a nova comissão foi formada e o Dr. Wagner Ligabó foi eleito presidente, iniciou-se o estreitamento de relações com a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, com o intuito de fiscalizar e sugerir soluções para os problemas existentes no atendimento ao público.

Foram realizadas reuniões periódicas com o gestor de Saúde, Tiago Texera, e sua equipe. “Nessas reuniões apresentamos problemas e sugerimos soluções. Discutimos muito, por exemplo, a questão da entrega de medicamento de mandado judicial no Jardim Tulipas, o que levou a soluções como a inclusão de ponto de ônibus mais próximo e até a mudança do local para um mais central, que deve ocorrer em breve”, explica Ligabó.

Outro ponto foi a demora no atendimento no NIS (Núcleo Integrado de Saúde) por falta de profissionais. A solução do gestor de Saúde, nesse caso, foi contratar 30 mil consultas de especialistas, o que foi apresentado primeiro aos vereadores presentes na COSAP. Esse projeto está saindo do papel e em breve também estará disponível.

Nos meses de alerta sobre dengue a COSAP também realizou uma reunião de esclarecimentos e para pedir o engajamento dos vereadores para combater a proliferação da doença. “Vários setores estiveram presentes e explicaram a ação do mosquito, a prevenção e o combate”, ressalta o presidente da comissão.

Duas visitas de fiscalização foram executadas na Unidade de Pronto Atendimento do Vetor Oeste e uma na Clínica da Família, acompanhando sempre os resultados. “E também a algumas Unidades Básicas de Saúde onde os munícipes pediram atenção especial, como o caso da UBS Ruy Barbosa.”

Além disso, a coordenação do Núcleo de Atendimento à Pessoa com Deficiência foi acionada para uma reunião especial para checar alguns pedidos de munícipes e também conhecer melhor o belo trabalho desses profissionais. E outra reunião foi feita com o coordenador do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – para entender o fluxo e a demanda desse serviço, que é muito grande.

No segundo semestre ainda realizamos uma Reunião Pública, a primeira da Câmara de Jundiaí, para esclarecer as dúvidas da população a respeito da gestão de Saúde do município e do Hospital São Vicente de Paulo. Foram quase 3h de troca de experiências e esclarecimentos, em que todos os munícipes inscritos puderam fazer uso da tribuna para questionar e tiveram suas dúvidas sanadas”, finaliza Ligabó.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *